Destaques


Cras Mário Dedini é denominado Victor Salvador Pexe

22/09
2017



O Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Mário Dedini ganhou o nome de Victor Salvador Pexe. A cerimônia de denominação foi realizada na manhã de hoje, 22/09, e marcada pela emoção de familiares e amigos do líder comunitário, que faleceu em 5 de março de 2017, aos 33 anos. O prefeito Barjas Negri, a secretária de Desenvolvimento Social, Eliete Nunes, e o vereador Láercio Trevisan, autor da denominação, participaram do evento. O Cras Mário Dedini está localizado na avenida Luiz Ralf Benatti, 1.400. A solenidade teve início com a apresentação de um vídeo com imagens de Pexe. Em seu discurso, o prefeito Barjas Negri frisou que Pexe foi um líder comunitário que trabalhou para o bairro Mário Dedini, um líder que sobreviveu aos problemas de saúde com garra e determinação e que sempre se voltou ao social. Barjas disse ainda que acompanha as conquistas e o desenvolvimento do Mário Dedini e bairros adjacentes há pelo menos 12 anos e que Pexe é um dos responsáveis pelos avanços. “Na conquista do asfalto, da creche, da nova escola, da quadra coberta, do posto de saúde, do centro cultural, do varejão, do campo de futebol, deste Centro”, enumerou. A secretária Eliete Nunes frisou que a homenagem é bem oportuna. “O Trevisan foi muito feliz de ter indicado este prédio para homenagear o Pexe, porque ele sempre trabalhou de forma muito respeitosa com os bairros e com o Cras. Ele realmente era um parceiro. Então, nada mais justo que seu nome seja perpetuado aqui”, ressaltou. Em seu discurso, o vereador Laércio Trevisan disse que estava muito feliz por poder ser o autor da propositura. “Hoje o nome dele fica marcado na comunidade e na lembrança de todos nós que gostávamos dele”. Sandra Pexe, mãe de Victor, muito emocionada, falou em nome da família e comoveu os presentes. Sandra relatou o perfil guerreiro e otimista de Pexe, que não esmorecia diante da saúde frágil e, por vezes, até a consolava. A filha de Pexe, Bruna Fernanda, leu uma carta para o pai. Logo após foi descerrada a placa de denominação e, para finalizar, a tia de Pexe, Rosângela, distribuiu rosas brancas aos presentes, em forma de agradecimento.

O HOMENAGEADO - Victor Salvador Pexe nasceu em Piracicaba, em agosto de 1983, com um problema no fígado. Nos anos 1980, sua história ganhou repercussão nacional com a campanha Victor Vivo Depende de Você, promovida pela família, que conseguiu recursos para um transplante de fígado nos Estados Unidos. Lutou pela liberação de medicamentos para os transplantados de fígado em São Paulo, como a Ciclosporina. Foi líder comunitário na região do Jardim Gilda e lutou por melhorias para a população. Foi o criador do jornal Caderno do Mário Dedini, primeiro impresso daquele bairro. Aos 18 anos, começou a atuar na política, quando filiou-se ao Partido Liberal (PL) ou Partido da República (PR). Foi candidato a vereador, em 2012. Faleceu em 5 de março de 2017, aos 33 anos. Deixou a esposa Jussara e as filhas Maiara, Bruna, Letícia, Gabriele e Laura. O CRAS – O Cras está vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) e é uma unidade pública estatal de base territorial, localizada em áreas de vulnerabilidade social. Executa serviços de proteção social básica e presta orientação e informação para a população.
Os Cras atendem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O Cras Mário Dedini, especificamente, atende as regiões do Mário Dedini, Algodoal, Bosques do Lenheiro, Gilda, Industrial, Vila Fátima, abrangendo 43 loteamentos da área urbana e 14 na rural. No total, são 5.334 famílias referenciadas, sendo 1.753 famílias beneficiadas pelo Bolsa Família. O prédio possui área construída da 446,16m2, contendo sete salas, distribuídas em atendimento, equipe técnica, administrativo, coordenação, reunião e para o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, cinco banheiros, copa, cozinha, almoxarifado, recepção e espaço externo. A equipe é composta por três assistentes sociais, uma psicóloga, um administrativo, duas agentes sociais, um agente de ação social, um orientador socioeducativo, um motorista, um frente de trabalho, três controladores de acesso e uma coordenadora (assistente social).
Centro de Comunicação Social Sabrina Rodrigues Bologna: 31076Fotos: Ignácio Garcia







  • 2133
  • 2134
  • 2135
  • 2136
  • 2137