Notícias


Obra de Novo Case na região do Vila Sônia está na fase de madeiramento do telhado

16/10
2020


Img eventos


A obra está na fase de colocação dos caibros de do madeiramento no telhado. Próximo passo será o assentamento das telhas. Novo prédio terá área construída de 442m2. Previsão de entrega da nova unidade do Case é janeiro de 2021.  
Piracicaba, 16 de outubro de 2020 – A obra da nova unidade do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) na região da Vila Sônia está na fase de colocação dos caibros do madeiramento do telhado. O próximo passo será o assentamento das telhas. Prevista para ser entregue em janeiro de 2021, o prédio contará com 442 m2 de área construída, em um terreno com cerca de 1.680 m2. A Projecom, construtora responsável pela obra, receberá R$ 592.343,40 pra execução do serviço. Quando estiver pronta, a nova unidade beneficiará os empreendimentos habitacionais Vem Viver, Piracicaba 1, 2 e 3 e Ipês Amarelo, Roxo e Branco, com Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, com atividades no contraturno escolar. Localizado entre duas escolas municipais existentes (Escola de Ensino Fundamental “Professora Tercilia Bernadete Sanches Costa” e  Escola de Educação Infantil “Prof. Haldumont Nobre Ferraz”), o prédio terá quatro salas de atividades, cozinha, despensa, refeitório, depósito de materiais de limpeza, sanitário e vestiário para funcionários, sala de coordenação, lavabo, almoxarifado, conjunto sanitário feminino, conjunto sanitário masculino, sanitário para pessoas com deficiência e varanda coberta, construídos num terreno de 1680m2. O endereço é Rua Gemeli Zaia, equina com Rua Jacob Moschini – Loteamento Vem Viver I.
O Centro de Atendimento Socioeducativo é um Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), em parceria com Associação Atlética Educando pelo Esporte, que tem como público-alvo crianças e adolescentes entre seis e 15 anos de idade em situação de vulnerabilidade social, prioritariamente aquelas que se encontram em situação de trabalho infantil, inserindo-as no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), do Governo Federal.
O serviço tem capacidade para atender cerca de 1.100 crianças e adolescentes/mês, disponibilizando espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo. No período de pandemia, em que as atividades presenciais estão suspensas, o atendimento com as crianças e adolescentes e suas famílias vem sendo realizado de forma remota, com comunicações via redes sociais e postagens de atividades na página do Educando Pelo Esporte no facebook.   Centro de Comunicação Social Sabrina Rodrigues Bologna: 31076